Sala de Estudos - Venerável Walpola Rahula



Buddhismo: Theravada e Mahayana



Ven. Walpola Rahula

Em memória do Venerável Dr. Walpola Rahula

- pelo Venerável Walpola Piyananda

Na região sul do Sri Lanka localiza-se uma aldeia denominada Walpola. Como sou um monge procedente daquela aldeia, tornei-me conhecido como Walpola Piyananda. Muito do que tenho conseguido realizar como monge é conseqüência direta de um outro Walpola muito mais famoso - Venerável Dr. Walpola Rahula -, um estudioso mundialmente renomado e pioneiro na expansão do Buddhismo para além dos países tradicionalmente buddhistas do sul e do leste da Ásia.

É difícil resumir todos os meios através dos quais o Venerável Dr. Rahula influenciou gerações de monges, inclusive a minha própria geração. A leitura do seu texto "Heritage of the Bhikkhu" ("Herança de um Bhikkhu") proporcionou a todos os monges da minha geração uma nova compreensão do nosso papel na sociedade e nos encorajou a praticar um Buddhismo que era tanto tradicional quanto conectado com a nossa sociedade moderna. Abandonando a condição de moradores de monastérios, zelosos de nossas características tradicionais, nossa geração de monges começou a aprender línguas estrangeiras, a estudar assuntos leigos e a sair pelo mundo, na condição de monges buddhistas, para ajudar a sociedade. Éramos revigorados pelo Venerável Dr. Rahula quando ele nos recordava de nossa obrigação em ajudar a eliminar o sofrimento neste mundo.

No ano de 1964, época em que ainda não existiam templos Theravada nos Estados Unidos, o Venerável Dr. Rahula tornou-se o primeiro monge buddhista a assumir, naquele país, o posto de professor universitário na Northwestern University (Universidade Northwestern). O professor responsável pelo curso "Study of Religious History" ("Estudo de História Religiosa") daquela prestigiosa universidade, Dr. Edmund F. Perry, destacou o enorme interesse despertado pelos ensinamentos do Venerável Dr. Rahula contidos no seu livro "What the Buddha Taught" ("O que o Buddha Ensinou"), famoso no mundo inteiro e referência nas universidades norte-americanas por mais de trinta anos.

Para dizer a verdade, o Venerável Bope Vinita foi convidado a viajar para os Estados Unidos e iniciar um centro Theravada. Após deixar o Sri Lanka, ele dirigiu-se ao London Buddhist Vihara em sua viagem para os Estados Unidos. Naquela cidade ele recebeu um telegrama muito desencorajador do Embaixador do Sri Lanka em Washington: "... pouquíssimas fontes de recursos provenientes de cinco famílias buddhistas residentes aqui. Eu recomendo energicamente o adiamento de seu embarque para os Estados Unidos até que providências adequadas possam ser tomadas com vistas a sua hospedagem e subsistência". No entanto, o Venerável Dr. Rahula e o Professor Perry enviaram um outro telegrama com o seguinte teor: "Seja bem vindo. Enviamos as nossas melhores saudações. Esperamos vê-lo em breve". Após este estímulo, o Venerável Bope Vinita decidiu firmemente viajar para Washington e erigir finalmente o Washington Vihara, o primeiro templo buddhista Theravada dos Estados Unidos.

A sua ajuda tornou-se visível nas mais inesperadas circunstâncias. Há alguns anos, quando o Sri Lanka deixou de receber investimentos financeiros dos Estados Unidos, o Dr. Ananda Guruge, Embaixador do Sri Lanka nos Estados Unidos, visitou o congressista Fingerhut, presidente dos comitês que supervisionavam os investimentos financeiros em questão. O Dr. Guruge tinha conhecimento prévio de que o Sr. Fingerhut havia estudado na Northwestern University (Universidade Northwestern) sob a orientação do Venerável Dr. Rahula, a quem ele admirava profundamente. O Dr. Guruge explicou ao congressista o problema da interrupção dos investimentos financeiros para o país do Venerável Dr. Rahula. Após estes esclarecimentos, o congressista Fingerhut colaborou no restabelecimento do fluxo de investimentos financeiros para o Sri Lanka.

Quando cheguei aos Estados Unidos, em 1976, o Venerável Dr. Rahula providenciou-me um curso de graduação na Northwestern University, na área de Religião Comparada, para que eu pudesse compreender melhor o conjunto das atitudes mentais dos habitantes deste país e tornar a minha própria atividade buddhista mais relevante e útil para esta sociedade.

Com o estímulo do Venerável Dr. Rahula, tornei-me o primeiro monge do Sri Lanka na costa oeste dos Estados Unidos. Graças a ele qualifiquei-me para apresentar o atuante Buddhismo Theravada aos norte-americanos que nunca haviam ouvido falar sobre Buddhismo ou sobre Buddhismo Theravada ou, ainda, nunca haviam lido mais do que um livro sobre Buddhismo.

Com o constante apoio do Venerável Dr. Rahula, tenho conduzido com aptidão para os Estados Unidos muitos monges do Sri Lanka que se dedicam atualmente aos templos localizados em toda a América do Norte. Nos dias atuais, incluindo as comunidades do sudeste asiático, existem aproximadamente quinhentos templos Theravada nos Estados Unidos. Todos possuem um débito de gratidão com o Venerável Dr. Rahula, cujo apoio inicial e estímulo constante foram fundamentais no estabelecimento e no desenvolvimento dos ensinamentos do Buddha neste país.

Ao lamentarmos o desaparecimento deste monge insubstituível, não podemos nos sentir demasiadamente abatidos, pois possuímos o legado do seu trabalho, um Buddhismo Theravada vigoroso, vivo, universalmente conhecido e admirado. Os seus livros, os seus alunos e a sua obra serão uma lembrança constante, para a nossa geração e para as futuras, desta personagem proeminente no desenvolvimento moderno do Buddhismo.


© trad. Fernando Domicildes para a Comunidade de Buddhismo Theravada Nalanda